16.6.11

GLEE: UM SERIADO QUE VIVE AS DIFERENÇAS!



Fonte: http://www.guiainclusivo.com.br/2011/06/glee-um-seriado-diferente/



Seriados americanos geralmente têm temáticas parecidas, falam sobre medicina, dramas familiares, comédias ou adolescentes populares. Rompendo com essa tendência, a série Glee foi lançada em setembro de 2009, mas a segunda temporada só foi ao ar em setembro do ano passado e já virou um fenômeno. Você deve estar se perguntando porquê um seriado americano teria haver com inclusão?
O seriado é um musical, ao estilo highschool, que conta a história de adolescentes que fazem parte do coral de uma escola americana. Mas, diferente das histórias tradicionais, a série conta história de personagens socialmente excluídos: uma adolescente popular que fica grávida, outra finge ser gaga, uma é negra e obesa, outro é homossexual (Kurt) e um cadeirante (Artie).
Glee leva as pessoas refletirem sobre as diferenças, sobre como diminui-las (sejam diferenças físicas, raciais e até emocionais) por meio da música. Essa mensagem parece bem importante, pois percebe-se que a maioria das séries americanas só falam sobre personagens populares, das líderes de torcida e dos jogadores da escola. Com o fenômeno de bullying, é cada vez mais importante mostrar a inclusão por meio da música.
Um episódio bastante inclusivo foi quando um coral de surdos interpreta a música "Imagine" (John lennon) junto ao coral de Glee. Apesar de muitas pessoas não se identificarem com o gênero musical, o seriado faz sucesso, pois discute algo que muitos adolescentes já viveram o processo de descoberta de identidade, a dificuldade de entrar em grupos, de ser diferente.
Talvez esse seja o segredo de Glee, mostrar que as pessoas são diferentes, mas que podem se juntar através da música. Para quem ainda não assistiu, vale a pena conferir este trecho abaixo com a interpretação de surdos da música Imagine.

video



Nenhum comentário: